Pular para o conteúdo
Voltar

MTI participa da criação da nova ferramenta Mira Cidadão do governo de MT

Tatiane Salles - Assessora de Comunicação MTI

Arquivo
A | A

A fim de fomentar a fiscalização das despesas do Governo de Mato Grosso pela sociedade, a Controladoria Geral do Estado (CGE) lançou na última sexta-feira (01.12) a ferramenta web Mira Cidadão. A plataforma capta em tempo real as informações do Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan) do Estado e as disponibiliza em linguagem de fácil compreensão e com uma configuração clara e intuitiva.

 

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) colaborou com o desenvolvimento desta nova plataforma tecnológica para o cidadão. De acordo com o Vice-presidente da MTI, Evaristo Fava, o envolvimento da sociedade na gestão pública é um direito constitucional, não só para formulação das políticas públicas, mas, também, para fiscalizar de forma permanente a aplicação dos recursos públicos.

 

“O Governo devidamente equipado pela tecnologia da informação, pode e deve cumprir os princípios que o rege em nome da transparência governamental e de seu potencial político que pode revolucionar sua interlocução com a sociedade”, concluiu Fava.

 

Com apenas um clique ou com busca de conteúdo semelhante ao formato do Google, o cidadão pode fazer análises comparativas das despesas por ano, mês, secretaria, ação estratégica, fornecedores e destinação dos recursos. A ferramenta é atualizada diariamente para que todo cidadão possa fiscalizar cada centavo aplicado pelo Estado em despesas de custeio, investimento, pessoal, dívida pública, etc.

 

 “O Mira Cidadão é a derivação de uma ferramenta de utilização corporativa da CGE, que é o Monitoramento Inteligente de Riscos e Auditoria, o qual facilita detecções de riscos de fraudes e de oportunidades de melhor aplicação do dinheiro público”, explicou o secretário-controlador geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves.

 

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, observou que a ferramenta permitirá o olhar mais apurado do cidadão sobre as despesas públicas, o que ajudará o Estado no enfretamento da corrupção. “O Mira Cidadão é um dos instrumentos para que o Estado não volte a ser saqueado como foi no passado recente, cujas ações ficavam na escuridão. Nosso governo não tem medo de fiscalização, não tem medo de controle”, comentou.

 

Também participaram do evento o diretor de Gestão Estratégica e Monitoramento de Resultados da MTI (DGEM), Cirano Soares de Campos e o diretor de Projetos de Software da MTI (DPSW), Marcos Daniel Martins.

 

Interação

 

De posse das consultas extraídas da ferramenta, o cidadão pode apresentar denúncias, sugestões e pedidos de informações complementares na Ouvidoria do Estado, pelos telefones 162 e 0800 647 1520 ou pelo endereço eletrônico http://www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao

 

Na eventualidade de dúvidas ou dificuldades para navegar na ferramenta, vídeos tutorias podem ser consultados na página inicial do Mira Cidadão. Se persistirem as dúvidas ou dificuldades, entrar em contato pelo e-mail: mira@controladoria.mt.gov.br.

 

O Mira Cidadão pode ser acessado pelo link www.miracidadao.mt.gov.br.