Pular para o conteúdo

MTI é finalista do 21º Concurso de Inovação da ENAP

Tatiane Salles - MTI

A | A

O Projeto de Talonário Eletrônico, elaborado e implantado pela Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) está entre os finalistas do 21º Concurso de Inovação, da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), na categoria Inovação em Processos Organizacionais Serviços ou Políticas Públicas no Poder Executivo Estadual/Distrital. A etapa final será realizada no dia 15 de agosto, em Brasília, com a apresentação oral dos projetos finalistas.

Os coordenadores do projeto Talonário Eletrônico são a gerente de Unidade Empresarial da MTI, Janine Ulrich e assessor executivo da MTI, Sandro Brandão, que será o representante da MTI na apresentação e defesa do projeto em Brasília na fase final.

Outras iniciativas do Estado de Mato Grosso também foram inscritas e avaliadas, porém apenas a iniciativa da MTI foi selecionada para a fase final entre as 10 melhores do país em sua categoria e estará representando Mato Grosso.

O Objetivo do projeto é assegurar o acesso rápido e consolidado dos dados de condutores e veículos do Detran para o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar; proporcionar mobilidade de acesso e equipamentos necessários para realização dos serviços de autuação de trânsito; simplificar o processo de gestão de trânsito gerando economia, eficiência, segurança e controle para o Governo. E ainda possibilitar ao Governo de MT avançar tecnologicamente na disponibilização de serviços através de dispositivos móveis.

“Recebemos com muito orgulho a notícia que o nosso projeto foi selecionado para final do Concurso de Inovação da ENAP. Foi a primeira solução desenvolvida para dispositivos móveis pelo Governo do Estado de Mato Grosso. A MTI foi pioneira neste tipo de solução. É um produto com implementações significativas nas suas especificações técnicas, componentes, materiais, software incorporado, interface com o usuário entre outras características funcionais. Estamos confiantes na avaliação final, colaboramos na inovação que hoje está sendo reconhecida nacionalmente”, disse o coordenador do projeto, Sandro Brandão.

Segundo a gerente, Janine Ulrich, o projeto foi criado em 2013, e de acordo com uma avaliação realizada em 2016, 100 dispositivos foram disponibilizados para o projeto piloto, e o sucesso foi tanto que, em Agosto/2016, foram adquiridos mais 200 aparelhos, para expansão de uso do projeto para os policiais no interior do Estado e demais Batalhões da PM na capital. Em setembro/2016 foram adquiridos mais 75 dispositivos para atendimento ao projeto de Vistoria de Veículos do DETRAN e também para o Batalhão de Trânsito da PM.

O Concurso

O concurso é promovido anualmente, desde 1996, pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) e registrou 171 inscrições neste ano.

A premiação valoriza as equipes de servidores públicos que, comprometidos com o alcance de melhores resultados, dedicam-se a repensar atividades cotidianas por meio de pequenas ou grandes inovações que gerem melhoria na gestão das organizações e políticas públicas, contribuam para o aumento da qualidade dos serviços prestados à população e tornem mais eficientes as respostas do Estado diante das demandas da sociedade.

O Comitê Gestor da 21ª edição do Concurso Inovação no Setor Público considerou válidas 160 iniciativas apresentadas por equipes de servidores das esferas federais e estaduais.

A participação de iniciativas das esferas estaduais foi uma novidade e contou com a apresentação de iniciativas de 13 das 27 unidades da federação.

Foram selecionadas dez iniciativas em cada uma das três categorias: Inovação em processos organizacionais, serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Estadual/Distrital;  Inovação em processos organizacionais no Poder Executivo Federal; e Inovação em serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Federal.