Pular para o conteúdo
Voltar

Programação completa da "Semana da Mulher"

ASCOM/MTi

- Foto por: Marcus Regenold
A | A

PROGRAMAÇÃO DA "SEMANA DA MULHER"
 

Inscrições e Informações no local e/ou pelo telefone 3613-3075
 

Atividade Data Horário Local
Cerimônia de Abertura 08/03/2016 09h00 Pátio Central
Quick Massagem 08/03/2016 09h00 as 17h00
com intervalo no almoço
Sala Medicina do Trabalho
Medir pressão, glicose e IMC 08/03/2016 09h00 as 17h00
com intervalo no almoço
Sala Medicina do Trabalho
Curso de Automaquiagem 08/03/2016 09h00 às 11h00 DIOP
Spa Facial 09/03/2016 08h30 às 09h30 e 10h30 às 11h30 DIOP
Consultotria de Maquiagem Moda Festa 09/03/2016 14h00 às 18h00 DIOP
Shiatsu Massagem 10/03/2016 09h00 às 11h00 Sala Orquídea

"Stand" - Orientações sobre alimentação saudável com degustação de chá funcional voltado para o corpo feminino.

 

10/03/2016 14h30 às 17h00 Pátio Central
Palestra "O corpo fala" 11/03/2016 14h30 às 16h00 Sala Orquídea

 

O Dia Internacional da Mulher

O dia internacional da mulher é uma das datas mais comemoradas no Brasil. As homenagens dedicadas a ela são merecedoras. Além de Deus ter lhe dado a consagração da reprodução do ser humano, ela possui também outros valores dos quais se comparam com a de um jardim repleto de flores, onde a natureza deixa fluir um perfume incomensuravelmente contido na essência do amor. O lado carismático desses valores está na aptidão de sua benevolência, onde o que se faz de meigo, repercute na sublimidade da paixão.

A mulher é tudo isso e mais alguma coisa que não se pode explicar por explicar. Ela possui a tolerância que a paciência cultiva, seja por razões das inconsequências que a ignorância alardeia ou pelas surpresas inconvenientes que o destino acata. Talvez, por conta disso, o lado obscuro da mulher esteja contido nas lágrimas da incompreensão de atos discriminatórios que a sociedade estabelece. Isto tem que acabar. Admirar uma mulher é reconhecer nela todos os atributos que qualificam a sua personalidade. É preciso observá-la com a atenção devida.

É difícil falar das virtudes da mulher sem colocá-la como complemento do homem. Ela é o ponto de equilíbrio, a razão que encontra, nos mínimos detalhes, o convencimento de tomada de decisões capazes de atingir metas que nem sempre a emoção consegue conciliar. Não tem como fazer vistas grossas diante das evidencias: ela sabe ser paciente, concentrada, observadora, meiga e carinhosa ao almejar, com discreta saliência, tudo aquilo que deseja. Ainda assim, mesmo diante do saber ponderar as ações, vive sob a custódia de infelizes limitações impostas pela sociedade masculina.

Mudando de assunto, dentro do mesmo assunto, toda regra tem exceção. Quando se trata de mulher, os mais românticos sabem se colocar e valorizar os sentimentos femininos. Para esse seleto grupo – data vênia, eu me incluo nesse nele -, a mulher é a essência conclusiva da paixão, onde a semente do amor é vista com uma sensibilidade da qual a emoção se entrega. “Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, é ela menina que vem e que passa, num doce balanço, caminho do mar”. Quem não conhece essa frase do poeta, diplomata e compositor, Vinicius de Moraes? Essa frase revela, com esmero, a importância de reconhecer as virtudes que dela emanam. Mesmo assim, numa outra composição, o mesmo poeta enfatiza que: “A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida”. Imagine a gravidade do desconhecer ou ignorar o significado da compatibilização no outro? Quando duas pessoas se encontram no amor, a emoção expõe a grandeza da felicidade de tal forma que se faz necessária imaginar que ambos são, na verdade, uma só pessoa. É a partir daí que nasce a cumplicidade e faz dela sua razão de viver. Os desencontros pela vida, deixam escapar as oportunidades de ser feliz, aceitando, inconvenientemente, as mazelas propostas pela solidão. 

Feliz dia internacional da mulher! 

por Gilson Nunes (funcionário da MTi e jornalista)