Pular para o conteúdo
Voltar

MTI adota regime de teletrabalho a partir desta quinta-feira (01.04)

Gustavo Nascimento | MTI

- Foto por: DIvulgação
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) adotará o regime de teletrabalho sem revezamento a partir desta quinta-feira (01.04). Somente o Data Center, classificado como serviço essencial, continuará com atividades presenciais.

A medida atende a orientação da Secretaria de Planejamento e Gestão de Mato Grosso (Seplag), que aconselha a aplicação de regras preventivas e restritivas no combate à disseminação da Covid-19, sem prejuízo da manutenção dos serviços públicos essenciais.

Em municípios com risco de contaminação classificado como muito alto, a orientação é para que servidores e empregados públicos adotem o teletrabalho sem revezamento.

Desde junho de 2020, 79 dos 220 colaboradores da empresa estão em regime de teletrabalho, por se enquadrarem nos grupos de risco. Contudo, após o Decreto Estadual nº 837, que atualizou medidas de enfrentamento à pandemia, a diretoria da MTI expandiu o teletrabalho com revezamento para todos os setores da empresa.

No caso de serviços e funções consideradas essenciais e prioritárias, a equipe permanecerá em revezamento para manter um quantitativo mínimo de colaboradores de forma presencial.

Todas as reuniões, inclusive de conselhos, continuarão a ser realizadas exclusivamente por meio eletrônico, com produção da respectiva ata e todos os efeitos legais.

A MTI convocará para o trabalho presencial apenas empregados públicos cujas demandas não possam ser resolvidas de forma remota. Enquanto estiverem em regime de teletrabalho, os trabalhadores deverão estar à disposição durante o período normal, ou seja, oito horas diárias.