Pular para o conteúdo
Voltar

MTI altera data de abertura das propostas para o dia 14 de dezembro

Assessoria | MTI

- Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) alterou a data de abertura das propostas referentes ao edital de chamamento público para contratação de empresa especializada em renovação de licenciamento e atualização tecnológica dos softwares check point, bem como a renovação, atualização tecnológica das licenças de firewall, suporte e treinamentos para o dia 14 de dezembro.

A abertura das propostas estava prevista para ser realizada às 9h, do dia 11 de dezembro, na sala de licitações da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), horário de Cuiabá (MT), contudo o evento precisou ser adiado, em virtude do decreto Decreto nº 736 que suspendeu o expediente nas repartições públicas do Poder Executivo localizadas no Município de Cuiabá, no dia 08 de dezembro.

A nova data de abertura das propostas foi publicada no Diário Oficial do Estado Nº 27.894, dessa quinta-feira (09.12). Conforme a publicação, a ABERTURA DAS PROPOSTAS será realizada no dia 14/12/2020 às 09h00 (horário de Cuiabá-MT), na Sala de Licitações da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MT).

Em virtude da pandemia, o evento poderá ser acompanhado de maneira não presencial. A sessão será transmitida ao vivo e o vídeo permanecerá armazenado no canal do Youtube - (https://www.youtube.com/channel/UCcBHlk05_gNjxGb-f0NKL0Q) da MTI. O uso de máscaras, álcool em gel e outras medidas de enfrentamento da pandemia serão adotadas no dia do evento, para os participantes que queiram participar presencialmente

O objetivo do certame é auxiliar na prevenção e combate de possíveis ataques cibernéticos, aumentar o nível de segurança de rede, aplicações e garantir a aplicabilidade dos termos da Política de Segurança da Informação no âmbito da MTI, regulamentada pela portaria nº 104/2016, e das Políticas e Diretrizes de Segurança da Informação Estadual, conforme Resolução COSINT nº 003/2010.

Para acessar o edital na íntegra, clique aqui.

De acordo com o edital, publicado no site da MTI, poderão participar do Chamamento Público pessoas jurídicas nacionais ou estrangeiras, com filial ou sede no país, autorizadas a funcionar no Brasil, legalmente constituídas e estabelecidas, que estejam habilitadas e que satisfaçam, integralmente, a todas as condições do Edital.  Não serão aceitos consórcios nem subcontratação.

Antes da celebração do contrato, a MTI realizará consulta ao Sistema de Aquisições Governamentais – SIAG, ao Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas ou Suspensas – CEIS, ao Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade – CNCIAI e ao Cadastro Nacional de Débitos Trabalhistas – CNDT, cujos resultados serão anexados aos autos do processo.