Pular para o conteúdo
Voltar

MTI passa por sanitização e desinfecção nesta sexta-feira

Assessoria | MTI

- Foto por: Assessoria
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) passará por sanitização e desinfecção, na tarde desta sexta-feira (22.05). Por conta disso, o atendimento presencial na empresa será realizado entre às 8h e 12h30.

Após este período, todo o prédio será esvaziado para evitar qualquer tipo de contaminação ou reação alérgica aos produtos. No período da tarde, as atividades e trabalhos na empresa serão realizadas de maneira não presencial, por meio de teletrabalho. O expediente na unidade será retomado normalmente na próxima segunda-feira (25.05)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), realiza a sanitização e desinfecção de ambientes em órgãos e entidades do Executivo. O trabalho é realizado por meio de uma parceria firmada com o Tribunal Regional do Trabalho - 23ª região e o Ministério Público do Trabalho, que têm apoiado diversas ações do Estado no combate ao coronavírus.

A medida visa garantir a manutenção das medidas sanitárias preventivas à disseminação da Covid-19, protegendo os servidores públicos que estão atuando em escala de revezamento e, consequentemente, a população que frequenta esses órgãos.

Já passaram pelo procedimento as secretarias de Planejamento e Gestão, Educação, Assistência Social e Cidadania, e Fazenda, incluindo os postos fiscais. Outras secretarias e prédios públicos também passarão pelo procedimento.

A limpeza e a desinfecção de superfícies e ambientes que a Seplag está realizando, aliadas ao uso da máscara e do álcool 70%, são essenciais na prevenção da Covid-19. São realizadas com quaternário de amônia de última geração, produto químico com registro na Anvisa que produz um resultado altamente eficiente e superior ao cloro e o hipoclorito de sódio.

O serviço tem sido realizado por meio de técnicas de nebulização, atomização ou termonebulização e inclui paredes, tetos, pisos e mobiliários, conforme orientações do Ministério da Saúde.