Pular para o conteúdo
Voltar

MTI debate projetos em conjunto com Procon para facilitar atendimento virtual ao cidadão

Assessoria | MTI

- Foto por: Assessoria
A | A

O diretor presidente da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), Antônio Marcos de Oliveira, se reuniu com Edmundo Taques, Secretário Adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-MT), para debater sobre projetos e parcerias visando a transformação digital dos serviços do Procon-MT. O objetivo é ampliar e facilitar plataformas de atendimento virtual aos cidadãos.

O encontro foi realizado na sede da MTI e também contou com a participação do coordenador de fiscalização do Procon, Ivo Vinicius Firmo, e do vice-diretor presidente da MTI, Cleberson Gomes.

O Procon-MT é vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e recebe cerca de 400 pessoas por dia para resolver problemas de consumo, intermediar conflitos entre consumidores e fornecedores. No órgão são registradas reclamações, realizadas audiências de conciliação e feitas orientações jurídicas a sobre como proceder nas relações de consumo, tendo por base as regras do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Atualmente, os consumidores podem registrar reclamações online, pelo site www.consumidor.gov.br . A plataforma reúne mais de 600 empresas, como concessionária de energia elétrica; de água e esgoto de Cuiabá; empresas de telefonia, internet e TV; planos de saúde; companhias aéreas; bancos e financeiras; seguradoras; redes de varejo; entre outros.

Para facilitar a vida e o atendimento dos cidadãos, a MTI e o Procon estão trabalhando projetos que ampliem os serviços virtuais do órgão. Um dos projetos é a inclusão do Procon no MT Cidadão, aplicativo que conecta o cidadão aos serviços do Estado de Mato Grosso de forma segura e prática.

“A missão da MTI é provedor soluções tecnológicas para a transformação da Administração Pública e para a vida do cidadão. Essa missão passa obrigatoriamente pelo Procon que é um dos órgãos de defesa ao cidadão mais importantes do nosso país”, afirmou o diretor presidente da MTI, Antônio Marcos