Pular para o conteúdo
Voltar

MTI desenvolve plataforma digital para videoaulas para os alunos da rede estadual durante isolamento social

As atividades, que já estão disponíveis na plataforma digital Aprendizagem Conectada, vão auxiliar os estudantes na aprendizagem durante a suspensão das aulas
Assessoria | MTI

- Foto por: Assessoria
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) criou uma plataforma digital para videoaulas e conteúdos não presenciais para alunos da rede estadual durante o período de isolamento social. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) já começou a disponibilizar os conteúdos na plataforma Aprendizagem Conectada.

A ferramenta pode ser acessada por meio de computadores, smartphones e outros dispositivos móveis durante o período de suspensão das aulas, em virtude do isolamento social para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus. A suspensão das aulas foi prorrogada até o dia 30 de abril pelo Governo do Estado conforme o Decreto Nº 432.

De acordo com o diretor presidente da MTI, Kleber Galdino, neste momento a tecnologia é fundamental para fortalecer a nossa educação e ajudar os nossos alunos a se manterem ativos durante o isolamento social.

Conforme a Seduc, as atividades escolares serão produzidas semanalmente, enquanto houver a suspensão das aulas, para os alunos da educação infantil, ensino fundamental e médio, nas diversas modalidades e áreas de conhecimento.

Ainda serão disponibilizados vídeos, jogos, leituras, videoaulas, uma série de atividades diversificadas para que o aluno possa utilizar seu tempo de isolamento social, aprendendo. O aluno deve acessar o endereço eletrônico www.aprendizagemconectada.mt.gov.br ou o site da Seduc.

A própria plataforma conta com uma sessão com as principais orientações para os estudantes, pais e professores poderem utilizar esta à ferramenta.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, a participação dos pais nesse processo é de fundamental importância para motivar e incentivar os filhos.

“São materiais didáticos importantes para ajudar na aprendizagem dos alunos nesse período em que estão em casa. Quando essas atividades são feitas com o acompanhamento dos pais ou responsáveis, o resultado é mais positivo”, ressaltou.

Os jovens poderão estudar utilizando a plataforma pelo celular ou pelo computador (com acesso à internet) e fazer as atividades em um caderno à parte. Para aqueles os estudantes que não tiverem acesso à internet, os materiais impressos serão disponibilizados pelas unidades escolares e assessorias pedagógicas.