Pular para o conteúdo
Voltar

MTI e Detran discutem projetos de tecnologia para melhorar prestação de serviços

O objetivo foi dar continuidade ao trabalho de modernização e melhoria do sistema de informática do órgão de trânsito.
Karine Miranda | MTI

MTI e Detran discutem projetos de tecnologia para melhorar prestação de serviços - Foto por: Assessoria/MTI
MTI e Detran discutem projetos de tecnologia para melhorar prestação de serviços
A | A

As diretorias da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e do Departamento de Trânsito (Detran) se reuniram, na última semana, para discutir os projetos de tecnologia que estão previstos para serem desenvolvidos e implementados em 2020. 

O objetivo foi dar continuidade ao trabalho de modernização e melhoria do sistema de informática do órgão de trânsito, a fim de prestar um melhor serviço ao cidadão mato-grossense. Somente no ano passado, 52 projetos de software foram implementados pela MTI no DetranNet.

Segundo o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, é fundamental o diálogo entre os órgãos para promover um alinhamento das demandas para este ano e identificar quais os projetos mais prioritários a serem executados para assegurar a maior eficiência do sistema.

Ainda segundo o vice-presidente, o Detran é um importante parceiro da MTI, uma vez que das cinco metas prioritárias que a MTI tem previstas para serem executadas neste primeiro quadrimestre, duas delas são relacionadas a projetos que envolvem o Departamento de Trânsito.

“O Detran é nosso principal cliente e nossas metas estão previstas para serem executadas em parceria com o órgão. Então, essa é uma oportunidade para alinharmos as prioridades, com essa apresentação dos projetos de forma mais detalhada, para mostrarmos como vamos trabalhar nesse 2020”, disse.

O diretor de Tecnologia de Comunicação e Informação (DTIC) da MTI, Cirano Campos, apresentou alguns dos projetos que estão previstos para serem implementados. Entre eles estão o laudo digital da prova teórica, talonário e vistoria eletrônica e a renovação online da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Também estão previstos um total de 17 projetos para o DetranNet, como reciclagem preventiva, auditoria automatizada de processos, entre outros. “Apresentamos projetos que estão no radar da MTI e o status de cada um. Temos projetos em fase avançada e outros que dependiam de uma posição do Detran. Por isso, é importante esse alinhamento”, afirmou. 

Ainda durante a reunião, Cirano fez um balanço das medidas tomadas pela MTI no ano passado para a redução do número de incidentes, que ocasionaram instabilidades no sistema. “Sofremos algumas instabilidades. Mas, com as parcerias e projetos que estamos formalizando, pretendemos minimizar ao máximo esses casos”, disse.

O presidente do Detran Gustavo Reis avaliou positivamente a reunião e solicitou que seja agendada uma novo encontro para a formalização do rol de projetos a serem executados, assim como ocorreu no ano passado, quando foi firmado um termo de compromisso entre MTI e Detran. Na ocasião, o termo previu a implantação de 23 projetos, mas foram implementados um total de 52 projetos de software.