Pular para o conteúdo
Voltar

MTI interliga sete novos pontos de conexão com a Rede Infovia

A infovia é uma infraestrutura central de rede de comunicação, através de fibra ótica, de alta capacidade e disponibilidade
Karine Miranda | MTI

Medida melhorou a comunicação de órgãos e auxiliou na redução dos custos - Foto por: Secom-MT
Medida melhorou a comunicação de órgãos e auxiliou na redução dos custos
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) interligou sete novos pontos de conexão dos órgãos públicos com a Rede Infovia neste ano de 2019. A medida melhorou a comunicação desses órgãos e auxiliou na redução dos custos, pois estes não precisam mais contratar links com operadoras para ter acesso aos serviços do Governo e à Internet.

A infovia é uma infraestrutura central de rede de comunicação, através de fibra ótica, de alta capacidade e disponibilidade, tendo como ponto central o Datacenter da MTI, que aporta toda comunicação e integração de dados dos órgãos públicos do Estado de Mato Grosso. Atualmente, a rede tem 60 quilômetros de malha de fibra ótica e um total de 70 pontos de conexão.

Entre os novos pontos incluídos neste ano estão os que interligam a Infovia ao Hospital Estadual Santa Casa, à Escola Estadual Cesário Neto, Casa Cuiabana, rota 2 da Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat), além da rota 2 do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), e Rota 3 da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Com a inclusão desses novos pontos de conexão esses órgãos passam a contar com uma melhor qualidade na prestação do serviço de comunicação, além de maior segurança, de acordo com o gerente da Unidade de Gestão de Infraestrutura de TIC da MTI, Julio Pinheiro.

“Nós entregamos uma qualidade do serviço maior do que eles tinham anteriormente - e a um valor menor do que eles pagavam para outras operadoras”, disse.

Dos 70 pontos de conexão da Infovia, 32 são órgãos públicos atendidos pela rede LAN, que abrange a rede local do Centro Político Administrativo. Outros 38 órgãos são atendidos pela rede MAN, que abrange a rede metropolitana da Baixada Cuiabana.