Pular para o conteúdo
Voltar

MTI implementa 52 projetos de software e promove melhorias no sistema do Detran

As ações fazem parte do termo de compromisso assinado entre a MTI e o Detran para modernizar o sistema do órgão de trânsito.
Karine Miranda | MTI

MTI implementa 52 projetos de software e promove melhorias no sistema do Detran - Foto por: Secom-MT
MTI implementa 52 projetos de software e promove melhorias no sistema do Detran
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) implementou 52 projetos de software para atender o sistema de tecnologia do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), conhecido como DetranNet, somente no ano de 2019. Também foram realizadas melhorias da infraestrutura de TI do órgão de trânsito, a fim de assegurar maior disponibilidade do sistema.

As ações fazem parte do termo de compromisso assinado entre a MTI e o Detran no início do ano passado, para modernizar o sistema do órgão de trânsito e, por consequência, prestar um serviço de melhor qualidade ao cidadão mato-grossense.

Segundo o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, a entrega dos projetos demonstra o compromisso que a MTI tem em contribuir com o Detran, unindo esforços em favor da melhoria do serviço público, com muito mais facilidade, agilidade e rapidez. Além disso, evidencia a elevada capacidade técnica da MTI para contribuir com a digitalização de serviços em Mato Grosso.

Entre as melhorias realizadas, de acordo com o gerente Robson Dias, da Unidade de Gestão de Software, está o projeto da telemetria, que promoveu a integração entre o Detran e os Centros de Formação de Condutores (CFC) e possibilitou ao Detran o controle e registro das aulas práticas, através das câmeras de monitoramento e GPS nos veículos das autoescolas.

MTI auxiliou na implementação da telemetria

O sistema de telemetria já está em funcionamento em centenas de Centros de Formação de Condutores (CFCs) em todo Estado e é utilizado pelas autoescolas credenciadas a ministrar aulas práticas nas categorias B, C, D e E.

A MTI também implementou uma solução tecnológica para integrar o sistema do Detran e possibilitar a comunicação de venda de um veículo diretamente pelos cartórios, no momento da autenticação do documento de transferência. Com isso, o cidadão não precisa mais se deslocar à sede do Detran para realizar o procedimento de registro da venda do veículo.

Assim, após a venda do veículo o cidadão não é mais responsabilizado por multas de trânsito, pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em atraso e até mesmo acidentes cometidos pelo novo proprietário.

Além disso, a MTI implementou softwares que permitem um novo processo de impressão de Certificado de Registro de Veículo (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), assim como a Prova Digital Teórica, a consulta das infrações no portal do Detran, ensino à distância para atualização e reciclagem de condutores, abertura de processo eletrônico da suspensão e cassação de CNH, projeto de Placa Mercosul, entre outros serviços.

MTI melhorou a infraestrutura de TI do Detran

Disponibilidade do sistema do Detran

Já com relação à infraestrutura de TI do Detran, a MTI fez a aquisição de uma nova versão de um software, que conecta o órgão de trânsito ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), a fim de garantir maior estabilidade do sistema.

“Várias ações do Detran necessitam da comunicação com o Serpro - e ele usa uma aplicação que tinha um conector que era muito antigo. Nós compramos uma nova versão desse software e atualizamos. Com isso, melhorou a disponibilidade e diminuiu a quantidade de quedas que tinha nessa conexão”, explicou o gerente da Unidade de Gestão de Infraestrutura de TIC da MTI, Julio Pinheiro.

 Além disso, a MTI também desenvolveu um painel específico para o acompanhamento da disponibilidade do sistema do Detran, de modo a permitir à empresa atuar mais rapidamente para a solução de eventuais problemas, bem como promoveu a migração dos servidores de banco de dados do Detran para a infraestrutura da MTI, a fim de aumentar o nível de segurança dos dados sob a tutela do órgão de trânsito.