Pular para o conteúdo
Voltar

MTI atua para restaurar redes de fibra ótica rompidas pela Energisa

O rompimento ocorreu por ação de técnicos da concessionária, que determinou o corte e retirada dos cabos
Karine Miranda | MTI

- Foto por: Secom-MT
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) informa que já está realizando os reparos necessários para solucionar o rompimento nos cabos de fibra ótica da rede Infovia, do Governo do Estado, causado pela concessionária de energia elétrica Energisa.

O rompimento ocorreu por ação de técnicos da concessionária, que determinou o corte e retirada dos cabos instalados nos postes na segunda-feira (16.12), sem o conhecimento da empresa de telecomunicações que dá manutenção aos cabos da Infovia e da própria MTI.

Tal ação afetou diversos serviços e órgãos do Estado atendidos pela Infovia. Entre eles, o Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), o Comando Geral da Polícia Militar (PM), o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ) e a Secretaria de Fazenda (Sefaz). 

No caso da Sefaz, como existe uma rota alternativa, a comunicação não foi prejudicada e não houve registro de qualquer indisponibilidade dos serviços que dela dependem. 

A equipe técnica da MTI já está atuando para proceder com a recuperação emergencial dos links de comunicação, para que os serviços sejam restabelecidos e os atendimentos aos cidadãos sejam normalizados. Além disso, a MTI já está em contato com a Energisa a fim de assegurar que novos problemas semelhantes não ocorram.