Pular para o conteúdo
Voltar

MTI e CGE finalizam melhorias e nova versão do Fale Cidadão já está disponível

Com a nova versão, a CGE tem como objetivo permitir que as demandas recebidas pelas ouvidorias setoriais dos órgãos e autarquias do Poder Executivo sejam atendidas com mais funcionalidade
Juliene Leite e Karine Miranda | CGE e MTI

- Foto por: Ligiani Silveira - CGE/MT
A | A

O novo sistema eletrônico do Fale Cidadão, desenvolvido pela Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) em parceria com a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), já está disponível para recebimento de manifestações na Rede de Ouvidorias do Governo de Mato Grosso.

Para a CGE, era imprescindível a atualização do Fale Cidadão devido às crescentes manifestações recebidas pelas ouvidorias. Com a nova versão, as reclamações, as denúncias e os pedidos de informação passam a ser atendidas com mais funcionalidade, celeridade e eficiência.

O superintendente de Ouvidoria da CGE-MT, auditor Vilson Nery, explica que as ferramentas do novo sistema priorizam as particularidades das demandas de cada unidade setorial e de seus respectivos órgãos.

“O Fale Cidadão II está mais operacional, permitindo um relatório mais afinado, mais filtrado para área finalística, para as ouvidorias das secretarias e da administração indireta”, explicou.

O auditor Marcos Fujimura, que contribuiu para o desenvolvimento da nova versão, destacou que os recursos tecnológicos e de engenharia de software foram pensados e usados para aprimorar a plataforma.

“O novo sistema foi desenvolvido com os mais altos padrões de recursos tecnológicos e de engenharia de software. A novo sistema possui um layout mais amigável do que a versão anterior tanto para o cidadão como para os ouvidores para cadastramento e operacionalização das mensagens, respectivamente”, esclareceu.

Melhorias para o cidadão

De acordo com o gerente de Análise de Software da MTI, Francisco Lauro Xavier, o novo sistema eletrônico apresenta um layout responsivo, que se atualiza conforme o dispositivo, sem a necessidade de ser desenvolvido para cada plataforma. Assim, os usuários têm acesso ao Fale Cidadão até pelo aparelho celular.

Ainda segundo Francisco, o sistema foi desenvolvido em linguagem de programação mais moderna, com maior segurança, e apresenta um novo processo de inserção de informação por parte dos usuários. Agora, eles terão acessos a novos campos de cadastramento, a fim de garantir uma manifestação mais precisa.

“No sistema anterior, o cidadão tinha uma tela só, em que ele deveria fazer o preenchimento indicando a origem de sua manifestação, se era denúncia ou elogio, por exemplo. Agora já aparece bem claro quais as manifestações possíveis de serem feitas. Ficou mais intuitivo”, disse.

Além disso, o sistema passou por uma modernização para facilitar o acesso dos próprios gestores e ouvidores setoriais à parte administrativa, o que permite a emissão de relatórios mais específicos. 

Para o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, esse projeto é uma importante entrega da empresa em parceria com a CGE, para fomentar o controle social e fortalecer o diálogo entre sociedade e a administração pública. 

“É mais uma tecnologia desenvolvida para facilitar o contato do cidadão com o serviço público, além de se tornar um grande aliado também das ouvidorias setoriais. Junto com a CGE e a Ouvidoria Geral queremos melhorar, cada dia mais, o serviço público para o mato-grossense”, destacou.

Rede de Ouvidorias

No Poder Executivo do Estado de Mato Grosso, a Ouvidoria está organizada em Rede, ou seja, as ouvidorias dos órgãos e das entidades estão interligadas pelo mesmo sistema eletrônico (denominado de Fale Cidadão) para registro das manifestações da sociedade. Além disso, seguem diretrizes comuns de atuação estabelecidas pela CGE.

A dinâmica é a seguinte: a CGE, por meio da Ouvidoria Geral, é responsável pelo recebimento, tratamento inicial e encaminhamento da demanda à Ouvidoria Setorial correspondente, bem como pelo acompanhamento da resposta final ao cidadão.

"Cabe à CGE/Ouvidoria Geral monitorar que a resposta seja consistente e encaminhada no prazo legal (de até dez dias úteis)”, explicou Vilson Nery. Ao registrar a manifestação, o cidadão recebe um login e senha para acompanhar o trâmite da demanda no sistema eletrônico. 

A Rede de Ouvidorias está estruturada para receber críticas, sugestões ou denúncias acerca de qualquer área de competência do Poder Executivo Estadual pelos mesmos canais de contato. São eles: discagem gratuita pelo 0800-647-1520, ligação local pelo número 162, registro pelo whatsapp (65) 98476-6548 e pelo endereço www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao (com redirecionamento disponível em todos os sites dos órgãos).