Pular para o conteúdo
Voltar

Analista da MTI tem pesquisa selecionada para conferência internacional na China

Janine Ulrich teve sua pesquisa na área de governo digital selecionada para compor a 7ª Conferência Internacional sobre Cidade Inteligente e Informatização.
Karine Miranda | MTI

Analista Janine Ulrich tem pesquisa selecionada para conferência internacional na China - Foto por: Assessoria/MTI
Analista Janine Ulrich tem pesquisa selecionada para conferência internacional na China
A | A

A analista de TI da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), Janine Ulrich, teve sua pesquisa na área de governo digital selecionada para compor a 7ª Conferência Internacional sobre Cidade Inteligente e Informatização (iSCI 2019), que acontecerá em Guangzhou, na China, no mês de novembro.

Intitulada “Co-produção de e-services públicos: uma revisão sistemática”, a pesquisa também será publicada, na forma de artigo científico, na revista Springer LNCS, especializada em ciências da computação. Além de Janine, são co-autores  Luana Gattass e Silva, gestora governamental do Estado de Mato Grosso, e Cristiano Maciel, doutor em Ciência da Computação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), referência na área de Governo Eletrônico, e orientador da pesquisa.

De acordo com Janine, a seleção dos trabalhos para serem expostos na conferência é muito rigorosa e ter um trabalho escolhido é um reconhecimento por todo esforço que vem desempenhando. Além de analista da MTI, Janine possui MBA em Gestão Estratégica da Inovação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e é mestranda em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (Profnit), também pela UFMT.

“É a primeira vez que submeto um trabalho para participar de uma conferência internacional. E ter um trabalho selecionado demonstra que estou no caminho certo, de fazer essa pesquisa na área digital. É uma oportunidade que tenho através da MTI, que estimula a pesquisa e o desenvolvimento, especialmente de ações inovadoras”, disse.

Na pesquisa, a analista identificou a aplicabilidade da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) na coprodução de serviços públicos e quais as características dos modelos aplicáveis à administração pública. Para isso, realizou uma revisão da literatura, bem como a análise de patentes no período de 2012 a 2018. 

“Pesquisei quais modelos estão sendo aplicados para conseguir fazer essa oferta de serviços públicos, bem como quais são os prós e contras. A revisão demonstrou que existem vantagens na coprodução de serviços públicos a partir da utilização da IoT como instrumento de alcance do valor público à administração pública”, afirmou.

Para Janine, participar da conferência será uma oportunidade não apenas de apresentar a sua pesquisa, mas de demonstrar como a MTI está atuando para permitir que seja implantado o modelo de Governo Digital em Mato Grosso. Além disso, a conferência também será uma chance de conhecer o que está sendo desenvolvido em todo mundo.

A previsão é que 7ª Conferência Internacional reúna pesquisadores e equipes multidisciplinares, fornecedores de soluções industriais e agências governamentais para trocar ideias inovadoras, desafios, resultados de pesquisa e soluções, além de relatórios de experiência do projeto. A conferência se realizará entre os dias 12 e 15 de novembro.