Pular para o conteúdo
Voltar

CONHEÇA A MTI

Tatiane Sales

A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação – MTI atua com inteligência estratégica para dar resultados de excelência na gestão pública, e sempre com a postura de comprometimento com o Estado e a Sociedade. Para melhor compreender a importância do papel da empresa ao Governo, a MTI apresenta breve relato técnico com apontamentos de suas principais funções. 

Umas das responsabilidades, de viés indelegável com o Estado é a administração e proteção dos dados de todo poder executivo (Lei 13709/2018), segurança da informação, gestão de TIC, gestão de fornecedores de TIC para serviços e produtos ao Governo, definição de solução de TIC e gestão do conhecimento para continuidade dos negócios do Governo.
Na MTI, 48% de seus empregados estão cedidos para outros órgãos, atendendo a 21 órgãos das esferas Estadual, Federal e Municipal e em todos os Poderes.

São, por exemplo, 52 analistas e técnicos cedidos a SEFAZ-MT, totalizando 75% do quadro de TI da SEFAZ, os quais são responsáveis pelos sistemas da arrecadação do Estado, como: Nota Fiscal Eletrônica; Conhecimento de Transporte Eletrônico; Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica; Escrituração Fiscal Digital; Sistema de Arrecadação; Conta Corrente Fiscal; Sistema IPVA; Índice de Participação dos Municípios; Sistema de Notificação Eletrônica; Termo de Apreensão e Depósito de Mercadorias, Cadastro de Contribuintes; Certidão Negativa de Débitos.

Na sede da MTI, os funcionários desenvolvem e mantem mais de 56 sistemas Corporativos, como: FIPLAN-MT, vistoria eletrônica, talonário eletrônico, portais, sistemas de informações gerenciais, MT Cidadão, o DETRANNET, TOTEM de autoatendimento, leilão de veículos, contratos e aquisições, SINDESA (controle animal, vegetal e madeira), minha casa minha vida, controle de regulação de serviços públicos, controle interno da controladoria, entre outros.

O ambiente tecnológico gerenciado pela MTI abrange mais de 4 mil demandas de software atendidas por ano e mais de 20 mil atendimentos a outros serviços de tecnologia.

Em relação a infraestrutura, gerencia mais de 1 Peta Byte de dados, 1.000 equipamentos, 60 Km de fibra óptica (infovia), 21.000 contas de colaboração/e-mail, 14.000 computadores protegidos, dentre outros serviços.

Vale ressaltar o aplicativo MT Cidadão, que disponibiliza mais de 86 serviços em dispositivo móvel. Com mais de 2 milhões de acessos por ano, esta solução permitiu a redução de despesas ao Governo, otimização do atendimento e ainda oferece comodidade a população mato-grossense.

Visando a redução de custos a MTI implementou diversas ações efetivas como a redução de 60% dos cargos comissionados desde 2015, de 122 para 50 atualmente, sendo que 70% dos comissionados são da própria casa. Implantou ainda em 2018 o Plano de Demissão Voluntária que irá gerar mais de 7 Milhões de economia já em 2019. E viabilizou a desoneração da Folha de Pagamento da empresa, economizando R$ 14,5 milhões por ano.

Também buscando promover a sustentabilidade de seu negócio, a MTI se adequou as exigências da Lei 13.303/16 (Lei das Estatais) e já está buscando as oportunidades que esta proporciona, especialmente com o estabelecimento de parcerias estratégicas (Art. 28 da Lei), onde estima-se mais 12 milhões de lucro líquido em 2019.

Além de nova receita para o Governo, considerando o momento atual do Estado, as parcerias proporcionarão a MTI oferecer mais agilidade na entrega de seus serviços, maior intercambio tecnológico agregando conhecimento aos servidores do Estado e até redução de custos para o próprio Governo com as soluções tecnológicas que a MTI já entrega. E outra grande oportunidade é o melhor alinhamento com outras empresas estatais do Governo Federal, como SERPRO e DATAPREV, para expansão dos projetos federais, trazendo benefícios direto ao cidadão e também mais retorno financeiro para o Governo de Mato Grosso.

A MTI realizou, em 2018, o Projeto de inclusão digital (Conecta Mato Grosso), com a disponibilização de Internet Livre nos 3 parques estaduais atendendo ao cidadão mato-grossense sem gastar nada de recurso financeiro público.  A visão é expandir para todo Estado em outros espaços públicos. Mais uma oportunidade da Lei 13.303. 

A proposta da Empresa de Tecnologia da Informação é fortalecer todo ambiente de tecnologia do Governo trazendo resultados para todos os órgãos e atendendo as diretrizes e priorizações do Estado de Mato Grosso.